Arquivos da Categoria: Closet Detox & Restyling

Os dias agitados

A ausência aqui no blog foi mais longa desta vez. Os motivos são bons e a agitação tem sido grande!

O curso de consultoria de imagem da Blossom está a decorrer em Lisboa e no Porto, em simultâneo e, por aqui, estamos muito felizes.

A formação no Porto começou no dia 11 de Abril e está a decorrer aos fins de semana, até ao final de Maio. O espaço é maravilhoso e, embora o curso seja intensivo, é muito bom ver o empenho e a motivação do grupo. Para não falar no óptimo ambiente que existe durante as sessões!

Porto62015

porto32015

porto12015

 

Além do prazer que é poder estar também a norte, o Porto tem sido uma surpresa constante. A cidade está cada vez mais bonita e cheia de espaços maravilhosos. A Pensão Favorita é um dos meus sítios preferidos para ficar mas, para apresentar esse tema, será mais do que justo dedicar um post à cidade.

porto42015

 

E por Lisboa, o trabalho continua a bom ritmo. Além das sessões de consultoria de imagem com clientes particulares, a formação também está a decorrer. O curso de consultoria é em horário pós laboral, às segundas e quartas-feiras e termina em meados de Junho. A próxima edição está agendada para Setembro e as datas já estão disponíveis no site.

 

Porto52015

Porto72015

Há novidades a caminho! Fiquem atentos. Podem seguir a Blossom no Instagram para não perderem pitada do que andamos a fazer!

 

 

Workshops em Lisboa – últimas inscrições

Os workshops “Será que me fica bem?” e “Estilo: mais por menos” estão marcados para este Sábado e já restam poucas inscrições.

O primeiro decorre entre as 10h e as 13h e é um workshop de consultoria de imagem onde podem descobrir qual é o vosso tipo de corpo, quais as regras da consultoria a aplicar e quais as cores ideais para o vosso tom de pele.

9a50c991946215407f1fa3c9b6e0bee1

 

No workshop da tarde (15h às 18h), vamos falar de estilo pessoal e da sua evolução e manutenção. Vamos ainda explicar como se faz uma boa gestão do guarda-roupa e partilhar sugestões para sessões de compras mais eficientes!

 

fb5f9f5a3f08654d5f686a0a4070e8c8

 

Apressem-se a reservar os vossos lugares através do e-mail workshops@blossom.pt

 

35fa87a0c044f7811544e5c93c6d758f

Paz

Acho que não conheço nenhuma mulher que não gostasse de ter um closet só para si. Um espaço onde as roupas ficassem impecavelmente organizadas e visíveis. Onde os acessórios estivessem alinhados e todos os produtos de beleza se organizassem junto a um espelho, com boa iluminação e uma cadeira a dizer-nos para ficar ali por algum tempo. Só a cuidar de nós.

O cenário é fácil de imaginar. E pode ser ainda mais fácil de criar.
Por vezes, há espaços que podem transformar-se com ideias muito simples, num closet de sonho.

 

bc7d33ce462738b8e210728449ddfbf2

Getting-organized_closet

b9bb4532e8591bf01d347303c306da4a

Este espaço foi organizado com cómodas, varões, espelhos e luzes, toalheiros (pintados de dourado) para colocar sapatos, tudo do IKEA.

As prateleiras foram feitas à medida e tudo o resto foi pensado com muita harmonia.

97715ecbe3ce4c361c49634e101fde86

ffbbc4ce11b99236a56a6e6c6c843501

36de9d12adb62e8852ec053dc50a7179

Os detalhes como os quadros, o banco, o livro ou a bandeja com os perfumes são elementos que ajudam a tornar tudo mais personalizado.

Clothing-rack

 

ac6981c283ec447869b043fe2f2be8a5

Walk-in-closet_shoes

Gostam? Eu adoro e estou tentada a construir um assim…!

As mulheres usam apenas 20% da roupa que têm no armário #2

Voltando ao tema de que vos falei aqui, hoje vou desenvolver o outro motivo que leva a que este fenómeno seja tão comum entre o público feminino. Refiro-me ao título do post – As mulheres usam apenas 20% da roupa que têm no armário.

A sociedade de consumo em que vivemos leva-nos a crer que precisamos de ter muitas coisas para ser felizes.

A questão da roupa e dos acessórios acaba por não ser excepção. Com mais crise ou menos crise, as mulheres continuam a gostar muito de comprar. Apercebo-me pelas clientes que há uma maior contenção e preocupação em ajustar as compras ao que já existe lá por casa. Mesmo assim, não é fácil.

Existe uma falsa necessidade de que é preciso TER MAIS. Não é.

Não precisamos de quantidades exageradas de camisolas, vestidos, calças ou sapatos. Não há tempo, nem vida, nem paciência para elaborar coordenados completamente diferentes todos os dias. E é por estes motivos que as mulheres acabam por repetir as mesmas fórmulas de coordenação, recorrendo quase sempre às mesmas peças. Identificam-se?


É possível construir looks muito variados com poucas peças. O segredo é simples. As peças de cores lisas permitem uma maior conjugação entre si. Os chamados “básicos” são indispensáveis e acabam por ganhar nova vida assim que os combinamos com acessórios ou com peças mais marcantes.

Recomendo que 70% da roupa seja lisa. Os restantes 30% podem ser estampados, com padrões ou detalhes mais marcantes.

As peças que compramos por paixão são aquelas que têm algum pormenor que nos chamou a atenção. O problema é que depois o armário está cheio de pormenores interessantes mas que não jogam uns com os outros. São peças que não se usam mais do que uma vez por semana e que a maioria das mulheres usa, às vezes, uma vez por mês. Valerá a pena investir?

É claro que acredito que a nossa relação com a roupa é um prazer que não deve ser julgado. Não defendo o minimalismo, defendo o equilíbrio. 80% de planeamento e 20% de impulso resulta em guarda-roupas mais equilibrados e menos frustrantes.