widelegvintage

Cinturas ao alto 1#

Durante muito tempo, as cinturas usaram-se descidas. Tão descidas que chegaram a ser objecto de estudo. O corpo de muitas adolescentes deixou de ser tão curvilínio e ganhou contornos mais andróginos, com cinturas praticamente inexistentes.

Os tempos mudam, as modas também. O olhar volta a habituar-se a silhuetas mais marcadas e as cinturas estreitas voltam a estar no centro das atenções. Foi assim nos coordenados de Verão e assim será no próximo Inverno.

O post de hoje é dedicado às calças. Às pantalonas, para ser mais precisa, ou wide leg trousers, se quiseremos ser mais trendy nos modos.

Será que só podem ser usadas por mulheres altas e magras? Não. Algumas dicas para as mais baixinhas e curvilíneas:

– Optem por modelos sem pregas na zona da cintura para não acrescentar volume na zona da barriga

– Coordenem as calças com partes de cima em tons aproximados (tudo numa paleta mais escura) para criar uma silhueta mais longa e sem cortes

– Escolham um tamanho que fique fluido na zona da coxa para que caiam melhor

– Usem saltos altos para que a perna fique mais longa e deixem a bainha das calças o mais comprida possível. Não precisa de tocar no chão. Em produção de moda resulta, na vida real nem tanto. O resultado serão calças estragadas em dois tempos.

Ideias para todos os gostos

wideleg1coreneutro

widelegclassics

widelegmeiaestacao

widelegsilk

widelegsummer

widelegwork

Algumas dicas extra:

– Em contextos de trabalho evitem modelos demasiado largos e com transparências

– Procurem partes de cima mais discretas para que a peça forte do conjunto sejam as calças

– Escolham cores vivas e coordenem com tons neutros, o resultado fica mais atual

– Se nunca experimentaram este tipo de modelo, arrisquem, podem ter uma boa surpresa

 

 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *