Quatro ideias para a meia estação

Ainda ninguém está completamente mentalizado de que o Verão já acabou. Andamos a resistir a essa ideia e não é para menos, os dias foram maravilhosos.

A verdade é que o tempo já não está para sandálias e a esquizofrenia outonal está aí. O frio de manhã, as horas de almoço mais quentes, sol e nuvens e até uma chuva ocasional. Tudo o que é normal nesta altura, não é?

Saber o que vestir nesta altura é, para muitas pessoas, um problema. Vamos simplificar! Para começar bem a semana, deixo-vos quatro ideias, ilustradas com imagens inspiradoras.

MISTURAR TEXTURAS – aquela saia de verão pode ser usada com uma camisola mais quente? CLARO QUE SIM!

E os vestidos também. Resulta. Arrisquem nas sobreposições. Esta ideia clássica e tão repetida funciona de verdade. O “efeito cebola” permite que nos adaptemos às oscilações de temperatura  ao longo do dia. Psicologicamente (sim! porque a nossa cabeça tem que aceitar o fim da estação passada de forma gradual), continuar a usar peças que vestimos vezes sem conta durante o verão, faz com que esta passagem para o frio seja mais suave.

Captura de ecrã 2016-10-24, às 12.58.30

Captura de ecrã 2016-10-24, às 12.59.47

 

1001 FORMAS DE USAR UM LENÇO – Há mesmo muitas, mas escolhi apenas uma. Lenços curtos em seda atados com um nó – protegem o pescoço caso vos apeteça usar um decote e não são demasiado quentes. Misturados com t-shirts de algodão ou blusas mais básicas, são um pormenor que vai elevar o coordenado mais simples para um patamar trendy e sofisticado. Tenham só o cuidado de escolher cores que vos favoreçam o rosto.

Captura de ecrã 2016-10-24, às 12.56.50

Captura de ecrã 2016-10-24, às 13.41.03

 

HORA DE BRILHAR – para quem não resiste às tendências, porque não arriscar naquele bomber bordado ou casaco com pedraria? É a altura certa para usar estas peças, que não são nem muito quentes nem muito frias e fazem com que se sintam princesas na cidade. Resultam com quase tudo – dos jeans vestidos. Podem ser uma alternativa aos blusões de  pele.

Captura de ecrã 2016-10-24, às 13.00.39

Captura de ecrã 2016-10-24, às 13.14.41

 

SHOE LOVER – Os sapatos mereciam um post inteiro só para eles. É difícil voltar aos modelos fechados e à ideia de ter que usar meias. Não há como fugir a esta realidade, bem sabemos. Então, se assim é, porque não escolher os modelos mais giros e aqueles que mais tenham a ver convosco? Adorar o que se usa é uma motivação extra para que cada pessoa se sinta mais bonita e cheia de vontade de sair de casa. Não têm que ser extravagantes ou muito altos. Por vezes, arriscar numa cor diferente ou na coordenação com meias, pode ser mais do que o suficiente.

Captura de ecrã 2016-10-24, às 12.50.45

Captura de ecrã 2016-10-24, às 12.52.44

Captura de ecrã 2016-10-24, às 12.46.51

Captura de ecrã 2016-10-24, às 12.51.48

Captura de ecrã 2016-10-24, às 12.51.07

Nesta estação, os sapatos têm um lugar de destaque na maioria das colecções. O maximalismo do inverno pode começar pelos pés. Veludos, brocados, metalizados, pérolas e mil e uma aplicações. Porque não brincar um bocadinho com sapatos abertos e meias? Se não forem criativas agora, quando é que planeiam fazê-lo? A moda pode ser divertida. Aperfeiçoar o vosso estilo, além de trazer vantagens para a autoestima, tem um lado de prazer e satisfação pessoal que não tem preço.

Se quiserem aprender mais alguns truques e saber que cores vos favorecem, podem participar nos nossos workshops da próxima semana.

Na quarta-feira, dia 2 de Novembro, das 19h às 22h vai decorrer o “Será que me fica bem?” e na quinta-feira (3 de Novembro), o “Estilo: mais por menos” no mesmo horário. As inscrições já estão a decorrer.

Leitura obrigatória

Já está nas livrarias, pela chancela da Casa das Letras o primeiro guia de imagem profissional para mulheres e homens.

Por aqui, não podiamos estar mais orgulhosos. A Rita Carvalho foi uma das brilhantes alunas da Blossom e lança agora este livro que passou a ser de leitura obrigatória no nosso curso.

Imagem profissional – Guia de Estilo é um manual super completo, que nos fala sobre a importância das primeiras impressões e a imagem nas redes sociais além de caracterizar meticulosamentes os diferentes dress codes profissionais. A importância da escolha adequada de acessórios, a simbologia das cores, as festas de empresa e também algumas noções de beleza, makeup e cabelos são outros temas que vão encontrar ao longo das páginas.

-1

O lançamento será amanhã, dia 21, pelas 18h30 no piso 7 do El Corte Inglés de Lisboa.

Fica o convite. Apareçam.

Autoestima precisa-se

A convite da Women’s Health, a Blossom contribuiu para um artigo da jornalista Patrícia Domingues sobre autoestima.

Partilhamos convosco o resultado que está na edição de Outubro, já nas bancas.

WHOut2016  WHOut20161

 

A Patrícia contactou-nos a propósito do curso de Motivação Pessoal que tem datas marcadas para o final deste mês.

Embora a nossa especialidade seja a consultoria de imagem, lançámos este curso ao perceber que muitos dos nossos clientes e alunos se sentiam terrivelmente desmotivados. Este estado de ânimo vem muitas vezes da falta de confiança nas suas competências e na visão mais turva relativamente a objectivos profissionais ou pessoais. Nesse sentido, convidámos a Marta Monteiro para desenvolver esta formação que tem como principal objectivo ajudar a ultrapassar as limitações que condicionam os participantes, ajudando-os a criar motivação para mudar a sua vida de forma consciente e positiva.

 

WHOut20162WHOut20163WHOut20164

Dá que pensar e é uma chamada de atenção para um problema que tem que ser enfrentado.

Para mais informações e inscrições no curso, basta que entrem em contacto connosco.

CURSO DE CONSULTORIA DE IMAGEM – ÚLTIMAS INSCRIÇÕES

A consultoria de imagem é uma área que tem cada vez mais procura no nosso mercado. Além dos
benefícios práticos, contribui de forma muito concreta para a melhoria da autoestima.
Recordamos algumas das competências de um consultor de imagem:

Para ser consultor é importante ter uma formação completa que implica mais conhecimentos do que aqueles que a maioria das pessoas imagina. Além das noções sobre tipos de corpo, proporções e formatos de rosto, é importante dominar variadíssimas ferramentas:

  1. O conhecimento do mercado (falo de marcas, preços, tamanhos por marca, estilos)
  2. A linguagem técnica (nomes de peças de roupa, acessórios, tecidos e texturas)
  3. A simbologia, harmonias e coordenação de cores (como coordenar e aconselhar cores consoante as situações; como escolher a melhor paleta de tons para cada cliente)
  4. Os diferentes estilos (os famosos sete estilos universais que datam do séc. XIX foram revistos e adaptados aos dias de hoje e na Blossom há uma metodologia de análise própria, mais abrangente e diversificada)
  5. Os efeitos visuais (como camuflar ou valorizar aspectos físicos através do corte, cores, texturas e padrões da roupa e acessórios)
  6. A coordenação da roupa na actualidade (eliminar ideias pré-concebidas sobre o que se pode ou não se pode usar é uma das estratégias que adoptamos no curso)
  7. A gestão e organização de um guarda-roupa inteligente (esquecer de vez a lista empoeirada de peças-chave da maioria dos livros de consultoria de imagem dos anos 90 e início de 2000)
  8. Estratégias para acompanhar um cliente numa sessão de compras (foco e assertividade com base no ponto 1 desta lista)
  9. Cultura geral de moda (é fundamental conhecer o meio em que nos movemos)
  10. Adaptação de técnicas a públicos específicos (como trabalhar com noivas, grávidas, idosos, pessoas doentes)
  11. Imagem corporativa (saber aconselhar soluções eficientes em empresas, das mais informais às mais tradicionais)
  12. Protocolo e dress codes (o que usar em diferentes eventos)
  13. Comunicação e empatia (soft skills bem trabalhadas para facilitar o trabalho dos consultores, aproximando-os dos seus clientes)

O consultor tem o papel de aconselhar soluções simples, eficientes e SEMPRE ajustadas ao gosto pessoal, ao estilo de vida e ao budget do seu cliente.

CISETEMBRO3
CISETEMBRO5
O curso de consultoria de imagem tem data de início marcada já para o dia 24 de Setembro.
Vai decorrer aos Sábados, entre as 9h30 e as 13h30 e termina no dia 14 de Janeiro. Os lugares são limitados a 10 pessoas. As inscrições estão a decorrer e já não restam muitos lugares.

Durante o mês de Outubro vamos desenvolver ainda um curso intensivo para um grupo mais reduzido. Este curso começa no dia 4 e termina a 19. As sessões decorrem entre as 10h e as 16h.

Para mais informações ou agendamento de visitas à Blossom, basta que entrem em contacto connosco através do e-mail formacao@blossom.pt
JM_BQUeCy-jj2WI7e_Ga1aJTZaheG-kCz5inlwXqT4K5uyzizS3JKVdD4Lo7rIHnX0JoFMVHAB6sPA_QGSzghC_U-5eIzSdvgPfA40KZwpaXx85s9pmzMyM7pBY-W9I5OogypzIJX0JUQqYPh4TeI1hwXPUheNQS8aTJpGI=s0-d-e1-ft

 

Cursos de Verão

A Primavera tem sido intensa na Blossom. Muita formação, muitos clientes e um ritmo de trabalho acelerado! ADORAMOS!

A ideia é continuar assim e é por isso que vos deixamos as datas dos cursos intensivos que vão decorrer no Verão. Anotem nas vossas agendas.

Curso de Junho a Julho: Datas – 28 de Junho a 12 de Julho  de 2016
Horário: Três vezes por semana, 10h30 às 16h30*

*Nesta edição, há a possibilidade de realizar algumas sessões ao Sábado, a partir de 25 de Junho

Curso de Junho a Agosto: Datas – 23 de Junho a 25 de Agosto de 2016
Horário: Quatro sessões mensais, das 10h30 às 16h30

Curso de Agosto: Datas – 8 a 22 de Agosto de 2016
Horário: Três a quatro sessões semanais, das 10h30 às 16h30

f24a038c7092d46942eb5bde90ead255

A formação intensiva destina-se a um número máximo de 5 pessoas por edição. Estes cursos realizam-se em Lisboa. Para mais informações e detalhes sobre os calendários, entrem em contacto connosco através do e-mail formacao@blossom.pt

Guardar

Guardar

Fórmulas Olivia

Olivia Palermo. Há quem a adore e, como não podia deixar de ser, quem não lhe ache piada nenhuma. Por aqui, gostamos e foi por isso que fizemos uma selecção de imagens para encontrar algumas fórmulas.

A maneira como constrói os seus looks cativa muita gente. Escolhe materiais e formas relativamente clássicas para depois coordenar com acessórios mais trendy. É mestra na mistura de padrões e, acaba por inspirar muitas mulheres porque o risco é sempre muito controlado. Seja pelo pendant de cores ou pela forma clássica como usa o cabelo, a maquilhagem ou a manicure.

Então vamos olhar com atenção.

Fórmula 1 – Matchy Matchy

Se há uma peça mais trendy (na primeira imagem temos o bomber jacket, na segunta as culottes turquesa e na terceira o colete), tudo o resto fica a condizer. Há uma repetição de cores nos acessórios e na roupa para que a peça se destaque e as outras não lhe tirem protagonismo.

opformula2

 

Fórmula 2 – Mixed prints

Os padrões misturados são uma das suas imagens de marca mas, reparem na forma controlada como o faz. Nestas três imagens, a repetição de cores, mantém tudo harmonioso e agradável ao olhar. Para quem gostava de experimentar mas tem pouca coragem, esta pode ser a maneira mais simples de o fazer. Escolham uma repetição de cor (branco e preto é o mais fácil) e do motivo do padrão. Veja a imagem do meio – cores iguais e riscas com riscas.

opformula4

 

Fórmula 3 – Keep it simple

Quando as peças de roupa são simples e clássicas funcionam como uma tela onde os acessórios ficam com o protagonismo. A chave será – roupa lisa +  acessórios vistosos. E assim, porque não arriscar? Esqueçam a carteira a condizer com os sapatos. Já não estamos em 2004. A realidade agora é mais divertida.

opformula1

 

Fórmula 4 – Flat shoes nada aborrecidos

Mesmo quando não há saltos altos, os coordenados são bem trabalhados. E se repararem, há uma repetição do que falámos acima. Na primeira imagem, o colar e a pulseira fazem pendant com as cores das sabrinas. Na segunda imagem, o decote vertiginoso usado de dia foi imediatamente suavizado com um lenço de menina bem comportada e sabrinas nude. E por fim, os sleepers bordados acrescentam interesse aos tons (quase) monocromáticos do coordenado que ainda inclui uma mini bag turquesa.

opformulas4

Uma das sugestões que faço às minhas clientes é que desenvolvam hábitos de pesquisa e reúnam imagens de que gostam e que as inspirem nas suas escolhas diárias.

Espero que estas sugestões vos ajudem e sejam ideias novas para o vosso dia a dia. E não se esqueçam de que há um lado divertido na moda. Não levem tudo tão a sério e esqueçam os certos e errados. Não estão escritos em lado nenhum.

Happy mondays

Segunda-feira com chuva. Uma chatice em dose dupla? Não nos parece.Tem muito mais piada se mudarmos esta perspectiva e encararmos a semana com humor e energia. Há muitas maneiras de o fazer e, uma delas pode ser através daquilo que escolhemos usar.

É esta a nossa área e é por isso que gostamos de vos dar ideias. Não é segredo que os dias começam melhor quando adoramos aquilo que vamos usar. Sempre que nos sentimos bonitas e gostamos (MUITO) das peças e dos acessórios que escolhemos para um coordenado,  temos um boost de confiança e a auto-estima sobe uns quantos degraus.

Hoje criámos 5 looks inspiradores onde os elementos comuns são a cor, os acessórios vistosos e alguns apontamentos metálicos. 

Bem sabemos que esta coisa da “meia-estação” pode ser um desafio quando nos vestimos de manhã. Chove às 9h, está sol à hora de almoço e um gelo no final da tarde. Crazy weather, é verdade mas, é assim e sempre foi. Anotem estas ideias:

1 – As calças são uma das melhores opções.

2 – Escolham sempre sapatos fechados e confortáveis, de preferência com saltos estáveis. Deixem as sabrinas e as camurças para Maio. Pés molhados e sapatos manchados são duas coisas a evitar.

3 – Joguem com sobreposições. Casacos quentes + blusas ou camisas leves + tops básicos por baixo.

4 – Os lenços podem ser uma boa opção para as friorentas. Há muito por onde escolher. Optem por cores que vos fiquem bem junto ao rosto.

5 – Para quem não passa sem saias ou vestidos, escolham meias semi-opacas ou com pouco brilho. Não é realista sair de casa sem elas em Abril, por mais que a moda nos empurre nesse sentido.

happy monday3

 

happy monday5

 

happy monday1

 

happy monday4

 

happy monday2

As marcas que usámos nestes coordenados estão todas no Polyvore da Blossom.

10 tendências

A convite da produção do Agora Nós da RTP 1, fui ontem falar sobre tendências para a próxima estação.

Deixo um resumo das principais tendências de senhora, numa versão street style.

Anotem:

1-Riscas largas e coloridas. (verticais ou horizontais)

2 – Inspiração nos anos 70 (camurças, calças à boca de sino, franjas, tons terra, sandálias com plataformas altíssimas)

3 – Romance (vestidos lingerie, folhos, rendas, ombros à mostra)

4 – Metalizados (brilhar durante o dia – porque não?)

5 – Ganga (look integral – vejam como usar aqui)

6 – Saias midi (continuam a usar-se a direito ou rodadas)

7 – Blocos de cores fortes

8 – Blusões (os bomber jackets querem-se bordados ou estampados)

9 – Carteiras pequeninas ou mochilas

10 – Brincos ao poder – quanto mais vistosos, melhor

trendsss20162 trendsss20163 trendsss20164 trendsss20161 trendsss2016

Qual é a vossa preferida? Vão escolher alguma para esta estação?

Curso de Maquilhagem – Últimas inscrições

O nosso curso de maquilhagem começa já no dia 9 de Abril. Vai decorrer aos sábados até ao dia 30 de Abril, entre as 14h e as 20h, na Blossom, em Lisboa.

19b0210f2fb7e85d2230ad3edc711d7e

Sob a batuta da Rita Fialho, vão aprender técnicas de maquilhagem e colocá-las em prática durante as sessões. O objectivo do curso é dotar os formandos de competências na área que lhes permitam maquilhar outras pessoas para diferentes situações – desde a correcção da pele e maquilhagem natural até uma noiva. Aprender a fazer uns smokey eyes, dominar as técnicas de contorno ou saber como  aplicar correctamente um baton vermelho são alguns dos temas do curso.

47c0e7e773952d40b1a0cd0f961c9fe8

Durante as aulas, vão poder experimentar diferentes marcas. No final do curso, mediante a apresentação do certificado terão ainda um desconto em marcas específicas.

a6ac5df8c06da3fd852632fafc2c8d6c

As inscrições terminam no final desta semana.

 

 

Pins e patches

É uma das micro tendências da estação. Pins e patches em tudo, como decoração, só porque sim. É divertido e muito do it yourself. Até pode ser bom para reutilizar os pins antigos que possam ter guardados no fundo de uma caixa ou para revitalizar uma peça que já não vos dizia muito.

pp2016blossom  pp2016blossom4

Fica-se com aquela sensação de roupa nova, sem gastar quase nada. Longe vão os tempos em que os emblemas serviam para ser cosidos no rasgão de umas calças ou os triângulos em napa reforçavam a abertura de uma saia. Deixem a moderação de lado e arrisquem. A moda tem humor e esta micro tendência joga com isso. Só têm que escolher uma peça com uma textura forte como a ganga, a sarja, uma fazenda ou pele. Se escolherem um material fino para aplicar tudo, não resulta por causa do peso.

pp2016blossom3

pp2016blossom1

pp2016blossom2

Divirtam-se. A moda dá-nos esse prazer.